5 dicas certeiras para superar o medo e conseguir mudar para melhor (a dica #3 chega a doer)

Por que você tem tanto medo de mudar?

O novo parece doer mais que continuar sofrendo.

O novo parece ser impossível de alcançar.

O novo fere o orgulho.

O muro na sua frente pode parecer grande… será mesmo que é impossível atravessá-lo?

As vezes o obstáculo que enfrentamos é tão grande que parece impossível de superar.

Esse obstáculo, na maioria das vezes é interno e coisas internas sempre doem mais.

Ficamos presos na dificuldade e esquecemos das possibilidades.

Eu gostaria de lhe dizer que você pode superar isso, e vou te ajudar a entender como, continue lendo…

Antes de entendermos como superar o medo da mudança, temos que entender como ele age.

Superar Medo: Bruce Lee

“A derrota não é uma derrota a menos que seja aceita como uma realidade na sua própria mente.” Bruce Lee

“Se você acreditar que consegue ou se acreditar que não consegue, você está certo.” Henry Ford

O medo é um sistema de defesa que nos faz acreditar que nada é suficiente. Ele é baseado na ideia de escassez, de que precisamos guardar para quando estiver em falta, voltando aos primórdios do ser humano.

Ele está tão enraizado em nosso ser, que usamos o medo pra tudo, e não apenas para a sobrevivência.

Ele trava nossas ações, colocando possibilidades negativas em nossas mentes, reduzindo nossa vontade de tentar algo, pois o foco está nas desgraças.

E desgraças são coisas que você quer evitar.

O medo tenta “nos prevenir” dessas desgraças, mas elas nem mesmo aconteceram, apenas tem uma chance de acontecer, e geralmente essa chance é minúscula.

O medo faz a gente sofrer por antecipação, nos faz sofrer sem nada ter acontecido.

Como se livrar disso então?

As dicas abaixo são guias que poderão te ajudar bastante, se colocadas em prática. A dica número 4 é, sem dúvidas, uma excelente forma de melhorar qualquer ponto da sua vida!


DICA #1: ACEITAÇÃO

Superar Medo: Aceitação

Pode até parecer algo bobo, mas se você não aceitar que não está contente na sua situação atual, seja ela qual for, não poderá mudar tão facilmente.

Essa etapa pode ser difícil, pois geralmente temos um ego, um orgulho muito forte, que não gosta nem um pouco de estar errado, odeia admitir, e admitir que as escolhas dele o deixaram ruim é algo inaceitável.

Uma dica que eu mesmo usei muito é falar pra mim mesmo, em voz alta, que eu não quero mais me sentir daquela maneira, ou mesmo que eu não quero mais ter um comportamento ou não ter medo.

Uma boa frase é “Eu aceito que errei e quero mudar.”

Então, volte sua atenção para você mesmo, olhe o que quer mudar e aceite que você precisa e quer mudar.

Após aceitar que precisa mudar, você tem 3 etapas para essa mudança ocorrer mais rapidamente:

  1. “Eu QUERO mudar”
  2. “Eu POSSO mudar”
  3. “Eu CONSIGO mudar”

Essas etapas tem uma forte influência em nosso cérebro, alinhando nosso pensamento com a mudança.

Primeiro você precisa querer algo, depois você pode fazer o que quer e, por último, você consegue fazer aquilo que deseja.

 


DICA #2: MEDITAÇÃO

Young attractive female meditate in park.
fonte: liza.ua

Essa dica pode até parece clichê, ainda mais que meditação está em alta hoje em dia.

Meditar acalma nossa mente, fazendo nosso subconsciente trabalhar mais tranquilamente e colocando-o em contato com nossa mente consciente.

Esse processo também aumenta a conexão com nossa alma, nosso Eu Superior, que nos envia mensagens através de intuições.

E o melhor jeito para ouvir a sua intuição é se você estiver com uma mente calma e silenciosa.

Meditar trará esse benefício a você, além de ajudar até mesmo o corpo a trabalhar corretamente.

Você não precisa ficar em pose de lótus pra meditar, existem diversas outras maneiras, ache uma confortável para você.

Se você nunca meditou, eu recomendo os vídeos da Amanda Dreher, começando por esse aqui! Ela é especialista em meditação e tem ótimos vídeos sobre o assunto.

Com uma mente calma e silenciosa você pode, além de ouvir mais a sua intuição, ter serenidade para perceber o que é medo e o que não é.

A pressão que o medo te coloca será menor que a vontade de mudar, e você conseguirá sair dele mais facilmente.


DICA #3: RESPONSABILIDADE

responsabilidade
fonte: Equipe Alfa Concursos

O costume de colocar a culpa nos outros é natural de muitos seres humanos, mas, dessa maneira, estamos deixando a possibilidade de consertar o erro nas mãos dos outros.

Se você olhar para a situação com responsabilidade, e não com culpa, saberá que o que ocorre com você é resultado de suas próprias escolhas.

Essas escolhas não são ruins, foram escolhas necessárias para você chegar aonde está agora.

Responsabilidade é a habilidade de responder, ou seja, se você é responsável você tem a possibilidade de responder, você tem a chave da mudança em suas mãos.

Ao trazer suas responsabilidades para você mesmo, também trará as soluções e se aproximará cada vez mais de uma melhora.

Então, pare de colocar a culpa do que você está sentindo nos outros, e comece a ver os resultados na sua vida.


DICA #4: GRATIDÃO

gratidc3a3o
fonte: O Segredo

A gratidão ativa o sistema de recompensa do cérebro, e te dá uma satisfação enorme.

Ao aceitar e agradecer pelas experiências que você já passou, você vai fixar em sua mente que você não é culpado por nada, e também que você não é vítima.

Esse processo vai aumentar a felicidade, fazendo você encarar os seus tombos como necessários para ser quem você é agora.

A felicidade gerada será o combustível para você ter mais e mais vontade de mudar.

Com essa mudança você será mais grato a si mesmo pelas decisões que tomou.

E, com isso, irá gerar mais felicidade, entrando num ciclo virtuoso de gratidão, felicidade e MUDANÇAS!

Portanto, comece a agradecer pelas pequenas coisas do seu dia, como o simples fato de acordar ou mesmo de poder ler.

E veja os resultados em sua vida!


DICA #5: REGULARIDADE

calendario-de-feriados-2014
fonte: UFMS

Um grande erro é achar que as coisas mudam de um dia pro outro.

Temos sim saltos de mudança de uma hora pra outra, mas ela é o final de um processo, a verdadeira mudança ocorre aos poucos.

Para as dicas acima funcionarem corretamente, elas precisam ser praticadas sempre.

Sim, praticar todos os dias, por pelo menos um mês, até virarem um hábito.

Cada pequeno degrau que você conseguir subir irá te impulsionar muito.

Quando chegar lá na frente você vai conseguir olhar pra trás e dizer “realmente, aquilo me ajudou muito”.

Não tenha medo de dar pequenos passos, tentar saltar do prédio pode machucar bastante.


DICA EXTRA: COMPARTILHAR

alguc389m20para20compartilhar
fonte: CACEF

Ao compartilhar seus medos, preocupações, bloqueios, etc, (ou seja, desabafar) você está se tornando cada vez mais consciente deles.

Ao se tornar consciente de um problema, você pode começar a tratá-lo.

Aceitar é um passo importante, mas compartilhar é uma aceitação muito maior, pois você estará se expondo, mostrando suas fraquezas.

Mostrar nossas fraquezas é algo dolorido. Se conseguirmos superar essa dor, conseguiremos superar muito mais.

Conte para pessoas de confiança, para amigos e amigas, para seus pais, compartilhe só para o espelho, se você tiver muita vergonha ou timidez.

Seu desabafo pode te tirar um peso enorme das costas, facilitando o processo de mudança.

Confie em você!


CONCLUSÃO

conclusc3a3o-redac3a7c3a3o-dissertativa
fonte: redacao.org

O processo de superação de medos e bloqueios, de mudança, é um processo lento que pede repetição.

Várias pequenas mudanças vão levar você a uma grande mudança em sua vida.

Pratique sempre e acredite nessa possibilidade, acredite que você pode sim mudar.

RECAPITULANDO:

  1. Aceitação: aceite que você tem um problema e quer melhorar;
  2. Meditação: relaxe e fique em silêncio para poder ouvir sua voz interior;
  3. Responsabilidade: aceite suas escolhas e use-as para ver o quanto você aprendeu;
  4. Gratidão: agradeça ao seu passado por te trazer ao presente, e agradeça ao presente por te dar um futuro;
  5. Regularidade: faça os exercícios sempre, aos poucos, sem pressa;
  6. Compartilhar [extra]: exponha seus bloqueios, para tirar esse peso de suas costas.

Essas dicas me ajudaram muito a superar diversos problemas e desafios em várias áreas, desde problemas amorosos a dificuldades no trabalho, e eu espero que elas te ajudem também.

Você acha que essas dicas podem ser úteis para mais alguém?

Envie um email com esse artigo para essa pessoa.

Compartilhe em suas redes sociais.

Comente aqui o que achou e se você tem alguma outra dica para poder ajudar ainda mais!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s